está em qualquer lugar.

A baixinha não é mole não, depois de “O bicho de sete cabeças” e “Chega de saudade” a cineasta acertou mais uma vez com a estreia de “As melhores coisas do mundo”.

Ainda que a população goste de cinema e apóie os filmes brasileiros, a maioria das pessoas cansaram de ver nas telinhas coisas relacionadas a periferia das cidades grandes ou a vida sofrida e árida do sertão.

Inspirado na série de livros infanto-juvenil “Mano”, Bodanzky retrata fielmente a realidade do mundo dos adolescentes de forma linear. Abordando temas manjados como sexo, drogas e muita badalação, o filme traz consigo uma questão muito presente na vida dos jovens: o Cyberbulling.

A ideia vem sendo pensada e estruturada há 3 anos, e em parceria com o seu marido – Luiz Bolonegsi – a diretora planejou cada detalhe, inclusive na importância de escolher novos atores para que os diálogos fluíssem de forma natural e que desta maneira fosse possível que o jovem da platéia se espelhasse nos protagonistas.

Entre perdas e descobertas, vivemos intensamente um longo mês junto ao protagonista Mano e a sua família. E mesmo que o telespectador não seja da faixa etária dos 15 anos, assistimos como se a realidade do filme fosse nossa.

Se você ainda não teve a oportunidade de assistir, vale a pena conferir nos cinemas. É uma trama que não interessa somente aos público alvo, mas também aos adultos. Genialmente, a diretora passa a mensagem de que é preciso fazer algo em relação a humilhação que os adolescentes vêm sofrendo de forma passiva.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: