está em qualquer lugar.

Posts tagged ‘cinema’

Lar de quem?

Nosso Lar

Nada como estar frente a frente com a tela de cinema para poder entender os motivos que levaram o filme Nosso Lar virar campeão de bilheteria em tão pouco tempo.

Sou suspeita para falar, por que acredito em exatamente tudo que o filme retrata, mas fico pensando como a mensagem chega para a maioria dos brasileiros. Afinal, vivemos num país extremamente católico, e ainda que as pessoas digam que não existe o preconceito, aqui a coisa é ainda pior: temos preconceito de ter preconceito!

De qualquer forma, Nosso Lar tem méritos para estar no topo. A gente sabe quando um filme é bom, quando nos faz sair do cinema pensando e repensando em todas as nossas atitudes. Nosso Lar é assim, um banho para a alma.

O protagonista, André, abre os olhos e como ele mesmo descreve, foi como acordar de um sonho. A partir dali, o doutor nos leva a torcer pela sua evolução e a refletir sobre nossas atitudes.

Nos dias de hoje, vejo as pessoas em busca de respostas, de coisas novas para acreditar e conseguir seguir em frente. Talvez neste filme você encontre um corredor com várias portas, e dentro, diversas respostas, só acreditar.

É longo, mas tão interessante que não cansa.

Do flash back ao futuro, Sex and The City 2 continua encantando

Eu pensei em assistir um pouco depois, mas fã do jeito que sou, não poderia deixar passar nenhum dia pra saborear o segundo longa da série Sex and The City.

Li muitas críticas positivas e negativas sobre o filme, e a que mais me chamou atenção elogiava mas ao mesmo tempo dizia pra ninguém assistí-lo com muita expectativa, pois não chegava nem aos pés da série que teve o término na televisão há 6 anos atrás.

Isso é claro, né gente? É a mesma coisa que ler um livro muito bom e querer que ele seja assim tão perfeito quando transportado para as telinhas. Aliás, é muito perigoso quando diretores resolvem resumir anos de sucesso ou páginas num longa que não dá pra contar nem a metade da história.

Sendo assim, acredito que Sex and The City 2 de Michael Patrick King supera qualquer expectativa. Como no primeiro filme, ele não tem NY como o cenário principal da trama, o que ajuda a despertar o interesse do telespectador e evitar, justamente, as comparações com a série.

Falar de SATC 2 é complicado, ele não possui um grande conflito, e para os estudiosos pode ser mais um daqueles filmes previsíveis, ainda que faça diversas citações durante os 146 minutos. Sex and The City 2 trata explicitamente de moda e da aventura que as 4 amigas fazem dos próprios problemas.

É fácil de cair no gosto da mulherada, pois as personagens são feitas de modo com que cada pessoa se identifique, elas são mulheres reais que vivem todos os dramas expostos no filme.

Carrie continua radiante, mas dividiu a atenção com as companheiras que não ficaram apagadas na história, muito pelo contrário, Samantha dominou a maioria das cenas e Miranda deixou de ser tão séria. Charlotte pra mim, continua sem sal.

Cheio de cores, o filme retrata a vida de casal na visão das trintonas e claro, traz também muita moda!

É um look mais lindo que o outro. Notei que a personagem de Sarah Jessica Parker usou bastante T-Shirts larguinhas com saias curtas por baixo, dando a impressão de vestido. Essa vai pegar! Mas o que eu mais gostei, é do visual que ela usa quando reecontra com Aidan.

A participação da cantora Liza Minelli foi um dos pontos altos do filme, nitidamente transmitindo muita empolgação para começar a trama.

Enfim, a minha intenção não é contar o filme pra vocês através de uma resenha. Quero apenas dizer para as mulheres, e por que não para os homens tb?, que gostam de moda e humor que vale a pena sentar na poltrona do cinema e se imaginar nas diversas situações do dia-a-dia que mais uma vez as amigas vivem juntas.

Meninas, corram pra garantir os ingressos e aproveitem!

Nuvem de etiquetas